Todos os posts de estacionautas

Profissionais de Relações Públicas compartilham experiências com estudantes da Estácio

Márcia Martins e Rafael Aguiar 

O Centro Universitário Estácio de Belo Horizonte recebeu as profissionais – Anita Cardoso e Ellen Barros – para um bate-papo sobre o posicionamento do relações públicas no mercado. As palestrantes também conversaram sobre as ações desenvolvidas pela Cáritas, entidade de promoção e atuação social na defesa dos direitos humanos, da segurança alimentar e do desenvolvimento sustentável solidário.

As profissionais destacaram as ações realizadas na cidade de Mariana, município atingido com o rompimento da barragem de fundão da mineradora Samarco em 2015. A Cáritas realiza um trabalho de apoio à comunidade e ajuda a população na conversa junto à mineradora. A profissionais abordaram ainda como a tecnologia está tomando conta do mercado e cada vez mais os processos são automatizados.

“O objetivo da Cáritas é oferecer para comunidade ferramentas para tomada de decisões. A Cáritas não fala pela comunidade, ela dá suporte para que as pessoas consigam falar de maneira organizada e coletiva” afirmou Ellen Barros.

Os estudantes do curso de comunicação se interessaram pelo tema. “Eu achei bem legal a palestra, pois mostrou a realidade da profissão. Muitas vezes a gente idealiza de um jeito e as palestrantes mostraram como as coisas funcionam de maneira literal. É necessário ir conversar com as pessoas, escutar o que elas têm a dizer e não simplesmente ficar dentro da redação escrevendo um texto. Além disso, foi possível conhecer melhor as possibilidades de atuação do relações públicas”, comentou a estudante Ana Oliveira (18) do 1º período de jornalismo.

A atividade é parte da disciplina Introdução às Profissões de Comunicação, ministrada pelo professor Tiago Salgado. “A intenção é sempre convidar profissionais da área para que falem aos alunos de jornalismo e publicidade. Pensando como as relações públicas integram a comunicação. A Estácio ainda não possui um curso de relações públicas, a ideia foi trazer profissionais desta área para que os estudantes conheçam as possibilidades”, destacou o professor.

Confira as fotos da palestra por Rafael Aguiar: @observatoriodoprado

ALUNOS DA ESTÁCIO PARTICIPAM DE EVENTO PROMOVIDO PELO GOOGLE

Thalia Ferreira

Aconteceu na última semana, em Belo Horizonte, no Expominas, o evento Cresça com o Google, que oferece treinamentos gratuitos para desenvolver habilidades digitais. Foram ofertados seis treinamentos divididos em dois dias. Na terça (28), os belorizontinos puderam participar de sessões sobre Marketing Digital, Oportunidades para a Carreira de Desenvolvedor e Treinamento Digital para Professores. Na quarta (29) foi a vez de participarem do Programa de Desenvolvimento para Mulheres, Ferramentas Google para Jornalistas e Treinamento de Marketing Digital. As inscrições foram feitas pelo site do programa, batendo o recorde de 12.500 pessoas presentes nos dois dias do evento.

google1 (1).jpg
                                                                                                                               Gustavo Henrique

Programas como Google Adsense, Google Ad Manager, Google Analystics e Google Earth foram usados no treinamento “Ferramentas Google” para Jornalistas. Segundo Marco Túlio Pires, Coordenador do Google News Lab do Brasil, os profissionais precisam se atualizar para fazer o jornalismo que o século XXI precisa. “Os jornalistas estão precisando absorver técnicas que vem de outras áreas do conhecimento, porque a mudança do mundo digital e na internet vêm trazendo essas modificações para todas as áreas”, comenta.

Na ocasião, estavam presentes profissionais de jornalismo, e estudantes da área de comunicação. A estudante de jornalismo Élida Lana, conta que já conhecia algumas ferramentas do Google, mas não sabia como poderiam ajudar no ambiente profissional. “O evento me mostrou as ferramentas, e me incentivou a buscar conhecimento, vai me ajudar muito na apuração” diz.

google4 (1).jpg
                                                                                                                                          Thalia Ferreira

O estudante de jornalismo, Jader Xavier, conta que não conhecia as ferramentas do Google. Ele trabalha em um canal esportivo do Youtube e segundo ele após o treinamento já colocou em prática as ferramentas para trabalhar na apuração jornalística “É algo que vou poder utilizar de diversas maneiras na apuração jornalística, em diversos cadernos diferentes e agora é continuar mantendo o contado e utilizar para o resto da vida agora” explica.

google2 (1).jpg
                                                                                                                      Thalia Ferreira

Sobre o treinamento de Marketing Digital, Ana Carolina Perpétuo, estudante de Relações públicas conta que a capacitação do Google ajudou na divulgação, mensuração e bom relacionamento com o cliente. “O profissional de Relações Públicas é o responsável por cuidar dessa relação, vender as propostas de serviços e fazer uma consultoria de marca” comenta.

 

GASTROJUNINA INOVA NA CULINÁRIA E AGRADA PÚBLICO

Terceira edição da Gastrojunina Estácio traz criatividade e profissionalismo no preparo dos pratos típicos.

A terceira Gastrojunina, promovida pelo curso de Gastronomia do Centro Universitário de Belo Horizonte, aconteceu no Estacionamento da unidade Prado, no dia 7 de junho. Além dos pratos típicos, os destaques gastronômicos deste ano foram a “pipoca gourmet” e o “pastelburguer” que agradaram em cheio aos participantes da festa. Sara Tamires, 20, aluna do terceiro período do Curso de gastronomia foi a autora desta inovação. “A pipoca gourmet fez tanto sucesso que já vendi tudo”! ’, comentou sorridente.

2
Gustavo Henrique

A Gastrojunina ainda contou com um delicioso tropeiro vegano que fez tanto sucesso que até os carnívoros fizeram questão de provar! Taynara Areal, 22, aluna da Estácio, aprovou o prato: “Tomei um vinho, amei o tropeiro vegano e gostaria muito que tivéssemos mais opções para veganos”, comenta.

As barraquinhas com artesanatos originais e muitas bijuterias atraíram os mais vaidosas. Rosilene Holanda, 53, encantou o público com seu amigurumi, a arte japonesa em crochê adaptada ao gosto mineiro.

11
Fábio Souto

A quadrilha contou com a participação animada de todos e foi dirigida por Graça Lage do grupo Estácio da Terceira idade. “Na quadrilha do ano passado da nossa Gastrojunina eu participei como noivo, e gostei tanto que voltei novamente, mas desta vez pra comandar a festa!”, comemora.

Para completar o brilho desta terceira Gastrojunina, a arrecadação de alimentos não perecíveis superou a expectativa do organizador da festa, o professor do Curso de Gastronomia, Renato Lobato. “Já temos uma Fiorino cheia de alimentos, e em breve vamos pedir para subir mais uma”, comemorou satisfeito.

Angela Vieira

Confira mais fotos da cobertura da Gastrojunina, por Gustavo Henrique e  Fábio Souto: @observatoriodoprado

Estácio Arrecada Alimentos para Creche Comunitária

Thayane Marinho

O Centro Universitário Estácio de Belo Horizonte doou alimentos para a creche comunitária Menino Jesus em Ribeirão das Neves. A doação foi entregue pela gestora acadêmica, Thais Lacerda, o diretor do Campus Prado, Jorge Piumbini e pelo gestor comercial, Romar Blum.

Piumbini conta que a ação foi uma troca com os alunos da Estácio. “Todo ano a biblioteca da Estácio identifica livros que não estão mais em uso. Então, ao invés de descartá-los, fizemos uma oferta: um quilo de alimento não perecível em troca de um livro”, explica.

Devido ao grande volume de alimentos arrecadados, a Estácio procurou uma instituição para que pudesse receber as doações. Dentro do próprio corpo de funcionários, o Juarez Ferreira (40), da unidade Venda Nova, informou que uma creche comunitária de Ribeirão das Neves, em que ele é voluntário há 10 anos, estava precisando de ajuda. Assim os alimentos foram entregues para aproximadamente 67 crianças, de 2 a 4 anos de idade matriculadas.

O diretor da unidade Prado, ressaltou que ficou lisonjeado de ter a oportunidade de representar a Estácio nessa missão. “A gente tem um grande público e não basta só ensinar na sala de aula, a educação vai muito além disso. Estamos impactando positivamente alguém que precisa muito e isso é muito gratificante. Nós vimos no olhar das pessoas de que as doações de fato iriam fazer diferença nos cotidianos deles”, comenta.

A gestora acadêmica Thais Lacerda, relata como foi à experiência de visitar à creche. “Os nossos alunos ganharam e a creche também. As crianças ficaram muito felizes, e disseram que aquele contingente ali vai ajudar durante muito tempo”, comemora.

Beatriz Pereira, gerente de projetos da creche, agradece o gesto e ressalta a importância das doações: “Agradecemos a Estácio, por acreditar e apostar neste trabalho, e saibam que a doação de vocês foi, é, de grande valia para esta instituição. Estendemos este agradecimento aos alunos, funcionários e coordenação da Estácio que fez possível esta grande ajuda” diz.

A creche comunitária Menino Jesus além do atendimento de crianças, conta com cursos profissionalizantes de informática, formação para primeiro emprego, bordado, costura e em breve um curso preparatório para o Enem. Além de atendimento psicológico e assistencial que são oferecidos para a comunidade. Toda infraestrutura é fruto de doação. São aceitos alimentos, práticas voluntárias, pagamento mensal de contas da associação e depósito em conta bancária.

A Associação Beneficente Menino Jesus está localizada na rua Suíça, 62 – bairro Esperança – 33910-090 – Ribeirão das Neves – MG. Telefone para contato: (31) 3638-1285, falar com Beatriz (Gerente de Projetos).

Da exportação à tecnologia: o que acontece na disputa entre USA e China

 Gustavo  Henrique Foto :  El país

Desde 8 de março de 2018, Estados Unidos e China estão em uma disputa econômica no mercado de exportações. Quando os americanos elevaram tarifas de importação de 5 mil produtos chineses, houve retaliação por parte de Pequim com um aumento de taxa em cerca de 2.500 itens americanos.

No último domingo, 19 de maio, Donald Trump alegou em entrevista ao canal americano Fox News, que não deixará a China se tornar a maior potência do mundo enquanto estiver no poder. “Acredito que essa seja a intenção deles. Eles são ótimas pessoas, têm uma cultura incrível. Eu gosto muito do presidente Xi (Jinping), mas ele está do lado da China e eu estou do nosso lado”, afirmou Trump ao apresentador Steve Hilton, na Fox News.

Segundo o presidente dos Estados Unidos, seus antecessores na Presidência foram fracos demais ao negociar com a China. “Com eles, nunca tiramos dez centavos da China. Não culpo os chineses, mas todos os nossos presidentes, e não só Obama. Eles deixaram isso acontecer”, disse líder norte-americano.

Donald Trump proibiu na quarta-feira (15), as empresas americanas de utilizarem sistemas de telecomunicação de empresas estrangeiras suspeitas, colocando essa medida como emergência nacional. O presidente alegou que a medida tem como função “proteger o país dos adversários estrangeiros que exploram cada vez mais as vulnerabilidades da infraestrutura, dos serviços de tecnologia da informação e das comunicações nos Estados Unidos”.

Já é possível ver o reflexo dessa disputa entre os dois países. A chinesa Huawei enfrenta dificuldades para acessar o Gmail, a loja de aplicativos do sistema Android PlayStore e atualizar seus dispositivos moveis, sistemas oferecidos pela norte-americana Google.

Comunicólogas conversam com alunos do primeiro período de comunicação social

Ronaldo Duarte

O Centro Universitário Estácio de Belo Horizonte recebeu a publicitária Débora Costa e o jornalista da TV Horizonte, Francisco Vilela, para falar com os alunos do primeiro período de Jornalismo e Publicidade e Propaganda. A atividade é parte da disciplina Introdução às Profissões de Comunicação, ministrada pelo professor Tiago Salgado.

A publicitária destacou os desafios da profissão, principalmente a criatividade e a necessidade do publicitário de ter uma boa capacidade de observação. Francisco Vilela, de forma mais informal, compartilhou com os alunos sua experiência como jornalista e contou alguns casos que aconteceram ao longo de sua carreira. “Eu já estive do outro lado, e nessa época eu gostava de ter oportunidade de conversar com pessoas do mercado e tirar dúvidas”, relembra.

Débora Costa palestrando
Foto: Rafael Aguiar

O jornalista da TV Horizonte abordou ainda um tema polêmico: a preferência clubística dos jornalistas esportivos. “É muito mais fácil quando você assume o time para o qual você torce porque o seu público não é bobo. Quem entra para o jornalismo esportivo é óbvio que gosta de futebol, e que vai ter um time do coração, o que não significa que ele vai defender aquele time. No jornalismo esportivo temos torcedores travestidos de jornalistas e esses vão ter uma vida curta na carreira, vão ficar pelo caminho”, analisa.

DSC_0464
Foto: Rafael Aguiar

O jornalista mostrou também um pouco da programação da TV Horizonte, uma TV católica, e deu dicas para uma melhor qualificação dos alunos no mercado jornalístico. O evento aconteceu no dia 16 de maio no Centro Universitário Estácio de Belo Horizonte, Unidade Prado.

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO PROMOVE I SIMPÓSIO DE EMPREENDEDORISMO E GESTÃO

Caroline Silva e Thayane Marinho 

O Centro Universitário Estácio de Belo Horizonte, unidade Prado, promove durante os dias 20, 21 e 22 de maio o I simpósio de Empreendedorismo e Gestão. Para inauguração do evento, Pedro Menezes, empreendedor e fundador do startup Sergfy, palestrou sobre o poder das conexões na era exponencial. Menezes também falou sobre a importância de trazer assuntos vivenciados para o meio acadêmico. “Eu vejo o empreendedorismo como uma solução realmente eficaz de qualquer problema que uma nação possa ter, desde saúde até políticas públicas. Acreditamos que tenham formas novas de aprender, de se comunicar e de levar pessoas para fazer que aquela ideia saia do papel e funcione. Foi o que a gente tentou passar para vocês” afirma.

Dando continuidade ao simpósio, o fundador e diretor da Startup Smart Total, Wagner Espeschit e fundador e diretor da Startup ZAG, Ricardo Barbosa participaram de uma roda de conversa. Wagner comentou que percebeu que   era uma boa ideia abrir o negócio quando captaram seu primeiro cliente, o Nubank. “Quando o Nubank disse que iria pagar foi quando vimos que de fato iríamos crescer”, conta.

Já Ricardo fala sobre os primeiros passos para quem quer abrir um startup,“Da para você abrir uma empresa com uma boa ideia e uma capacidade de execução, e, caso não tenha um capital, você podeir atrás do que chamamos de investidor anjo”, disse. (Investidores anjos são pessoas físicas, sendo eles executivos ou empreendedores que já têm conhecimento ou experiência na área. Este investidor é fundamental para o sucesso do empreendimento).

Para concluir, os palestrantes deram incentivo aos que queiram empreender, “Se você tem uma ideia boa, se você provar que é capaz de executá-la, você consegue alguém para investir em sua ideia”, aponta.

 

Confira as fotos do primeiro dia do I simpósio de empreendedorismo e gestão por Thayane Marinho : @observatoriodoprado

 

 

 

SEMANA DA HISTÓRIA MOVIMENTA O CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO

Caroline Silva e Thalia Ferreira

Nesta terça feira, 14 de maio, aconteceu no auditório do Centro Universitário Estácio, unidade Prado, o jogo trívia de perguntas e respostas, para testar os conhecimentos dos alunos do primeiro ao oitavo período do curso de História, que acontece dentro da Semana da História.

A Coordenadora do curso, Maria Fabiana das Graças, fala da importância da semana para os estudantes. “ A semana acadêmica de qualquer curso é importante, pois o aluno tem uma outra atividade fora da sala de aula. Sempre convidamos professores de outras faculdades para vir e trazer um olhar diferente sobre assuntos diversos e com temas significativos. Na semana acadêmica deste ano estamos trabalhando a República Brasileira, já que em novembro comemora-se 130 anos”, conta.

A Semana da História acontece de 13 a 17 de maio. As atividades abrangem oficinas, palestras e sessões de vídeo comentadas. Confira a programação:

13 de maio – 19:30h  Auditório

Palestra de abertura : Decanto a República – Canção popular e história do Brasil. Bruno Viveiros ( Doutor em História /UFMG)

14 de maio- 19h Auditório 

Trívia 

15 de maio-19h Auditório

Oficina de Paleografia:Como decifrar documentos antigos ?

Igor Tadeu Camilo Rocha (Doutorando em História/UFMG)

André Becho( Estácio) e Fabiana Lima( Estácio)

16 de maio -19h Salas do bloco de História

Minicursos

17de maio-19h Auditório

Sessão de Vídeo comentada: Os bastidores da proclamação da República no Brasil.

Mediação: Marcelina Almeida(Estácio) e Fabiana Garcia (Estácio)

Confira mais fotos da Semana da História por Thalia Ferreira: @observatorioprado

O futuro das profissões em comunicaçao é tema de palestra na Estácio

Márcia Martins

O Centro Universitário Estácio de Belo Horizonte, realizou na última quinta-feira, 9 de maio, no auditório do Campus Prado, uma palestra sobre o “Futuro das profissões em Comunicação” com o professor, mestrando e especialista em Transformação Digital na Columbia Business School, Alysson Lisboa.

Na ocasião, o professor abordou as transformações ocorridas no mercado da comunicação e as mudanças de hábitos no consumo de informações. Lisboa destacou as diversas possibilidades encontradas atualmente e falou da importância dos profissionais, já atuantes, se adaptarem ao mundo digital, devido às constantes alterações e a otimização dos processos.

O professor destacou também a atual relação das pessoas com o conhecimento. “Atualmente as pessoas acham que o conhecimento está na nuvem, mas o que nos difere dos outros animais é que nós temos a capacidade de fazer conexões e isso precisa ser explorado. É preciso ler, se concentrar nas informações e fazer escolhas”, afirma.

Durante a palestra foi falado ainda sobre a necessidade de os profissionais transitarem por várias áreas de conhecimento e realizar o uso das diversas tecnologias disponíveis. Segundo ele, este processo garantirá melhores possibilidades de sucesso na carreira.

Para o aluno de jornalismo Cristiano Fernandes (20), do 1º período, os estudantes precisam ficar atentos a todas as novidades. “Há um mundo de possibilidades dentro da comunicação que precisa ser explorado. A evolução, o uso de dados e a automação possibilitará o crescimento a quem estiver em busca de destaque” comenta.

Confira mais fotos da palestra por Adriano Santos : @observatorioprado

A conscientização de produção e consumo da moda

Caroline Silva

Na quinta feira, 25 de Abril, o Centro Universitário Estácio, unidade Prado exibiu o documentário The Next Black, dentro da semana Fashion Revolution do dia 22 a 26 de Abril. No Brasil, esse movimento vem acontecendo há cinco anos. Durante a semana Fashion Revolution acontecem alguns eventos pontuais, como rodas de conversas, workshops, que promovem mudanças de mentalidade e comportamento em consumidores, empresas e profissionais da moda.

O documentário The Next Black trata de novas formas de enxergar o mercado da moda, através de novos processos produtivos, como por exemplo, confeccionar roupas em laboratório com bactérias.

A coordenadora do curso de Design de Moda, Flávia Aquino, falou sobre a importância do uso consciente de roupas. “A sociedade precisa se conscientizar de que o planeta não comporta mais tanto lixo. De que precisamos repensar os modelos de produção e consumo”, raciocina.

A professora Marcela Melo também falou sobre a relevância do documentário para os alunos em formação destacando que em um mundo complexo como o nosso é preciso ter cuidado com o meio ambiente sendo urgente que novas formas de atuação do designer de moda emerjam. “Pensar nas questões ambientais, em novos processos produtivos e relações de trabalhos mais humanizadas entre outras coisas é o primeiro passo para transformar o campo da Moda. O documentário se mostra de grande importância para os nossos alunos. Escolhemos exibir o documentário na semana do Fashion Revolution com a intensão de gerar uma reflexão acerca da responsabilidade dos designers de Moda na transformação do setor” destaca.